Jaguar Land Rover viram-se para os híbridos Plug In
Jaguar Land Rover transforma digitalmente a sua organização

JLR adequa produção para modelos mais rentáveis

By on 14 Maio, 2023

A JLR, antiga Jaguar Land Rover, vai focar-se na produção dos seus modelos mais rentáveis pelo menos por mais alguns meses, tendo em conta a falta de fornecimento de ‘chips’ com que o construtor ainda se debate. 
A JLR apresentou os seus resultados financeiros referentes a 2022 e o primeiro trimestre de 2022, assim como revelou alguns dos planos para o resto do ano. Com problemas de fornecimento de componentes eletrónicos ainda por resolver, a JLR vai manter a produção a todo o gás dos seus modelos top de vendas – como o Range Rover Sport e o Defender, o modelo mais vendido nos 3 primeiros meses do ano – enquanto sairão menos unidades nos modelos menos rentáveis da linha de montagem. O grupo britânico mantém o plano de investir cerca de 17 mil milhões de Euros ao longo de cinco anos na sua eletrificação e transformação digital, passando a fábrica da em Halewood, no Reino Unido, numa unidade de produção totalmente elétrica. Para este objetivo o construtor terá de requalificar alguns milhares de funcionários, próprios e de parceiros, para esta tecnologia.
Em termos de novidades, o novo Range Rover Sport SV  será revelado e oferecido por convite a clientes selecionados ainda este mês e o primeiro Range Rover totalmente elétrico estará disponível para pré-encomenda no final deste ano. O primeiro de três Jaguar elétricos será um GT de 4 portas, construído em Solihull e será apresentado em 2024.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)