Novo Mercedes Classe S contará com condução autónoma de nível 3

By on 9 Julho, 2018

O próximo Mercedes-Benz Classe S, previsto para 2020, estará equipado com tecnologia de condução autónoma de nível 3 que permitirá ao modelo encarar cenários complexos sem intervenção humana. A nova geração Classe S deverá ainda beneficiar de melhorias significativas ao nível do interior e da linha de motorizações.

O rival do Audi A8 e do BMW Série 7, cuja apresentação está prevista para o Salão de Frankfurt de 2020, integrará a versão mais avançada de sempre do sistema Distronic Active Proximity Control and Active Steer Assist da Mercedes-Benz, o que permitirá atingir novos modos de condução autónoma. O Classe S actual exibe funcionalidades autónomas de nível 2, mas será eventualmente dotado com novas capacidades inerentes ao sistema Drive Pilot que envolvem ligações a satélites GPS e fazem parte do novo Classe E. Espera-se então que em 2020, o novo Mercedes-Benz Classe S defina novos padrões de exigência e introduza funcionalidades próximas de uma condução autónoma total.

O responsável pelo desenvolvimento dos sistemas de assistência à condução da Mercedes-Benz, Christoph von Hugo, afirmou no início deste ano que em 2020 alguns modelos do construtor alemão serão capazes de lidar com “situações críticas”, como por exemplo estradas urbanas e cruzamentos. A posição no topo da gama da Mercedes-Benz torna o Classe S no perfeito candidato para estrear a inovadora tecnologia.

A nova geração do luxuoso sedan contará com o sistema de infoentretenimento MBUX (revelado pela primeira vez com o novo Classe A) e com uma série de actualizações tecnológicas que serão implementadas com o objectivo de adicionar ao habitáculo digital a capacidade de rivalizar com configurações semelhantes da Audi e da BMW. A tecnologia de controlo de voz do MBUX permitirá aos ocupantes controlar diversas definições através de linguagem  “simples e natural” em vez de frases pré-determinadas. Controlo por gestos também será oferecido.

A linha de motorizações será actualizada através de sistemas electrificados que conferirão prestações superiores às do actual modelo híbrido S560e que anuncia uma autonomia de 50 km em modo eléctrico.

O Mercedes-Benz Classe S é um modelo fulcral para o construtor alemão. Posicionado no topo do catálogo, estabelece novos padrões de exigência e é normalmente o primeiro a integrar tecnologias inovadoras que eventualmente são adoptadas por modelos mais acessíveis.

Deixe um comentário

Please Login to comment