Ford Fiesta 1.0 EcoBoost 125 cv ST-Line – Ensaio Teste

By on 25 Abril, 2018

Ford Fiesta 1.0 EcoBoost 125 cv ST-Line 5p 

Texto: Filipe Pinto Mesquita

Virtude está no meio!

 Situado entre a versão de 100 e de 140 cv, o Ford Fiesta 1.0 EcoBoost 125 cv é o que melhor exprime o equilíbrio entre andamento, consumos, preço e prazer de condução de todas as versões utilizam o multipremiado motor de litro EcoBoost da Ford. Equipado com a linha desportiva da Ford, “ST Line”, o Fiesta tem ainda a vantagem de se transformar num pequeno desportivo. Ok… não morde, mas arranha!

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Motor / Equipamento

 

Menos:

Som do motor em altas rotações / Posicionamento “invertido” da escala conta-quilómetros e conta-rotações

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Em 32 anos, o Ford Fiesta cresceu exatamente meio metro, acompanhando a tendência de crescimento dos modelos de segmento B. A sétima geração do modelo apresenta-se ao serviço com estética “arejada” e muda o visual quando vestido com a “ST Line”, como acontece no caso deste ensaio. O ar desportivo soma pontos com a adoção de equipamento exterior específico, de onde sobressaem a grelha superior (em ninho de abelha) com formato diferenciado, os para-choques dianteiros e traseiros e difusores específicos. As saias laterais que ganharam um novo desenho e o spoiler traseiro de atitude discreta, mas visível, juntam-se às jantes de liga leve de 17’’ com 5×2 raios e acabamento Rock Metallic e à suspensão desportiva, contribuindo igualmente para a imagem e o espírito mais desportivo deste Fiesta, cujas linhas ficam mais angulosas e energéti

Interior

Não é preciso grande esforço para perceber que a personalidade desportiva deste Fiesta também transitou para o habitáculo. O punho da alavanca das mudanças, o volante (com fundo plano) e travão de mão forrados em pele são exclusivos do ST-Line, mas os pedais desportivos em alumínio e os bancos dianteiros em estilo desportivo, com tecido Ebony com pospontos de acordo com a cor da carroçaria e apoio lombar ajustável tornam tudo ainda mais “racing”. Para que não haja qualquer “crise de identidade”, a soleiras das portas prateadas com a inscrição “ST Line” são outros dos pormenores que fazem a diferença na “desportividade”.

O aumento da distância entre eixos, permitiu pequenos ganhos na habitabilidade, sobretudo nos lugares traseiros a acomodarem confortavelmente dois adultos, apesar do “livrete” permitir levar atrás mais uma pessoa. À frente os bancos envolventes e confortáveis são o primeiro passo para viagens com qualidade, que fatores como o completo sistema de infoentretenimento (com diversos sub-menus dentro das categorias Audio, Telefone, Navegação, Aplicações e Configuração) e os diversos controles no volante (agora menos confuso, com melhor leitura e mais intuitivos) ajudam a tornar as viagens ainda mais agradáveis e não serão os 303 litros (984 com a segunda fila de bancos rebatida) disponibilizados pela bagageira a complicar essa tarefa.

Equipamento

Se há trunfo de que o Fiesta pode colocar em “cima da mesa” é a lista de equipamento de série que oferece. Sensores de distância de estacionamento traseiros e espelhos retrovisores exteriores elétricos rebatíveis e aquecidos com indicadores de mudança de direção, com capas na cor da carroçaria são cortesia sem pagamento extra, como também o são os faróis automáticos e os faróis de nevoeiro dianteiros.

No interior, o destaque vai para o ar condicionado manual, o sistema de áudio com visor de ecrã tátil a cores de 6,5″, o Ford SYNC 3, a conetividade USB e para as seis colunas. Tapetes em veludo dianteiros e traseiros e botão de ignição Ford Power, sistema Ford KeyFree e limitador de velocidade completam o recheio interior de equipamento.

Em termos de dispositivos de segurança, esta versão do Fiesta conta com ABS com distribuição electrónica da força de travagem (EBD), com ESP – Controlo Electrónico de Estabilidade e Assistência à travagem de emergência (EBA), para além do Assistente de Arranque em subidas (HLA), o Assistente de manutenção em faixa, sem esquecer os tradicionais e fundamentais airbags de condutor, passageiro laterais dianteiros e cortinas laterais insufláveis. O sistema de deteção de deflação de pneus e o kit de reparação de pneus também têm presença assídua nos módulos de equipamento, podendo o condutor contar direção assistida eletrónica para facilitar as manobras de condução.

Equipamento opcional

Mas “nem tudo o que reluz é ouro” ou, por outras palavras, também há dispositivos que integram a curta lista de equipamento opcional. É caso do tejadilho em preto (254 €), do spoiler traseiro (152 €) e dos vidros elétricos traseiros (127 €). Estes não são, no entanto, “filhos únicos” uma vez que podem ser complementados por vidros escurecidos (712 €), pela proteção das portas (127 €), pelas luzes diurnas LED (305 €), pelo sistema de chave inteligente (152 €).

Também é possível ao condutor optar por diversos Packs que ajudam a enriquecer a personalidade deste Fiesta. O Pack Tech 3 é um dos mais interessantes, contendo controlo automático de velocidade adaptativo ACC+, Assistência à Pré-Colisão com alerta de distância, sistema de deteção de ângulo morto (BLIS) e alerta de trafego cruzado (737 €). Mas também poderá optar pelo Pack Navegação Premium, com EATC, ecrã 8″, Navegação e B&O Play (966 €) ou pelo Pack Visibilidade, que aglomera o limpa para-brisas automático e o retrovisor interior electrocromático (102€). Por último, o Pack Driver, com sistema auxiliar de estacionamento atrás, inclui também retrovisores exteriores aquecidos e rebatíveis e câmara de visão traseira (457 €)

Consumos

Se conseguir médias de 5.7 litros estará a espelhar bem a realidade dos consumos desta versão intermédia do Fiesta a gasolina, que não se revela especialmente gulosa entre idas às bombas de abastecimento. Verdadeiramente impossível de obter são os 4.3 l/100 km anunciados oficialmente pela Ford, o que também não é uma surpresa pois parece estar ainda para nascer o construtor cujos veículos obtém as mesmas médias de consumo entre os valores anunciados e os reais.

Ao volante

Equipado com motor EcoBoost de três cilindros, 1 litro de cilindrada, na variante intermédia de 125 cv (estão também disponíveis unidades com 100 e 140 cv), o Fiesta não demora a revelar a suas aptidões dinâmicas, revelando-se ágil e minimamente rápido (9.9s 0-100 km/h e 195 km/ de velocidade máxima), tirando partido de uma suspensão mais firme (e 10 mm mais baixa que na versão base), mas que se revela como um bom compromisso também para uma utilização em ritmos de passeio, provavelmente, o tipo de viagens que percorrerá mais quilómetros na vida útil do seu utilizador. A nível sonoro, os filtros encontrados pela Ford para abafar o som exterior funcionam bem, mas, nos regimes de rotação mais elevados, o típico som dos motores de 3 cilindros é indisfarçável. Em todo caso, com 125 cv de potência e um turbo que ajuda o binário a ascender aos 170 Nm logo a partir das 1400 rpm, o Fiesta é desenvolto na resposta a baixos regimes, o que permite que não seja necessário andar sempre “agarrado” à caixa manual de seis velocidades, de relações longas que ajudam nos consumos, até porque, de uma maneira geral, o motor revela-se também muito “elástico”.

Só a leitura do conta-quilómetros e do conta-rotações ao contrário (ascendente da esquerda para a direita) exige alguma habituação.

Concorrentes

Audi A1 Sportback 1.0 TFSI com 95 cv a partir de 20.560 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Fiat Punto 0.9 TwinAir 105 Easy com 105 cv a partir de 16.150 €

(Conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Hyundai i20 1.4 MPI GLS AT Confort com 100 cv a partir de 20.878 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Kia Rio 1.0 T-GDI ISG TX com 100 cv a partir de 19.316 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Mazda 2 1.5 SKYACTIV-G 115 Excellence a partir de 19.259 €

(Conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

MINI One 102 cv com 102 cv a partir de 21.586 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Peugeot 208 1.2 PureTech 110 Allure com 110 cv a partir de 20.560 €

(Conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Renault Clio 1.2 TCe Energy GT Line com 120 cv a partir de 19.360 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

SEAT Ibiza 1.5 TSI 150 cv com 115 cv a partir de 18.558 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Skoda Fabia 1.0 TSI 110 cv Monte Carlo com 110 cv a partir de 18.970 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Suzuki Swift 1.0T GLE com 111 cv a partir de 16.692 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Volkswagen Polo 1.0 TSI 115 cv Confortline DSG com 115 cv a partir de 21.843 €

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Balanço final

“Equilíbrio” é a palavra de ordem no Ford Fiesta 1.0 EcoBoost 125 cv ST-Line, onde é possível usufruir de um compacto com genica em ambiente urbano, mas que não perde “efervescência” em estrada ou autoestrada, podendo ser apenas um companheiro ideal de viagens sem pressa. Nota-se que a experiência de condução que devia proporcionar estava no caderno de encargos dos engenheiros da Ford para este Fiesta, assim como a sofisticação tecnológica através do equipamento de vanguarda que oferece. Sem dúvida, uma boa aposta no segmento dos pequenos utilitários.

Ficha técnica

Motor

Tipo: 3 cilindros em linha, injeção direta, turbo

Cilindrada (cm3): 998

Diâmetro x curso (mm): 71,9 x 82

Taxa de Compressão: 10:  1

Potência máxima (cv): 125/6000

Binário máximo (Nm/rpm): 170/1400-4500

Transmissão, direção, suspensão e travões

Transmissão e direção: Dianteira, com caixa manual de 6 velocidades; direção de pinhão e cremalheira, assistida

Suspensão (fr/tr): McPherson/Eixo de torção

Travões (fr/tr): Discos ventilados/Discos

 Prestações e Consumos

Aceleração: 0-100 km/h (s): 9,9

Velocidade máxima (km/h): 195

Consumos urbano/extra-urb./misto (l/100 km): 5,4/3,6/4,3

Emissões de CO2 (g/km): 98

Dimensões e pesos

Comprimento/Largura/Altura (mm): 4065/1735/1466

Distância entre eixos (mm): 2493

Largura das vias (fr/tr) (mm): 1513/1476

Peso (kg): 1164

Capacidade da bagageira (l): 303 (984 com segunda fila de bancos rebatida)

Depósito de combustível (l): 42

Pneus (fr/tr): 205/45 R17

Preço da versão base (Euros): 19612€

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!